De um lado, a Paraíba, representada pelos “Amigos de Fininho”. Do outro a Seleção PERNAMBUCANA de Futsal.

Foi com este duelo amistoso, que contou com a presença de ex-jogadores da seleção brasileira de futsal, que o Ginásio Ronaldão foi reinaugurado. A partida festiva aconteceu na noite desta quinta-feira e contou com o pontapé inicial do governador Ricardo Coutinho.

Pelo lado dos paraibanos, a estrela foi o paraibano Fininho, bicampeão mundial; já pelos pernambucanos, o também campeão mundial Edinho. E no fim, um empate em 2 a 2.

O paraibano falou da obra após o jogo:

- Já joguei aqui com a seleção brasileira e na época lamentei as condições do ginásio. Hoje me sinto orgulhoso de jogar novamente ao lado de amigos e dos meus conterrâneos em um espaço moderno e renovado – declarou o ex-atleta paraibano.

Aos 42 anos, Fininho, que atualmente é treinador de futsal no interior da Bahia, vestiu um uniforme vermelho e preto e entrou em quadra para comprovar que uma vez craque, sempre craque. Já no primeiro tempo, o paraibano ajudou seus companheiros a terem mais posse de bola, distribuiu toques de letra e lançamentos precisos, com a calma de quem sabe o que está fazendo. Apesar disso, foi o time do “técnico” Edinho quem chegou com mais perigo à trave paraibana.

- Estou com uma lesão no joelho e, por isso, infelizmente não pude entrar em quadra. Então fico aqui de fora, ajudando os colegas. Mas de qualquer maneira, estou muito feliz por fazer parte dessa festa e rever nossos irmãos paraibanos – explicou o ex-jogador pernambucano que sagrou-se campeão mundial em 1992, em Hong Kong, na China.

Coube ao governador Ricardo Coutinho o pontapé inicial da partida (Foto: Secom-PB)

Edinho viu o pivô pernambucano, Charles, ter pelo menos duas chances de abrir o placar. O ala Dudu também fez o goleiro paraibano, Eduardo Gargamel, fazer boa defesa.

Fininho ainda chegou a assustar a defesa PERNAMBUCANA com um chute forte a GOL, antes de ir para o banco descansar, na metade do primeiro tempo.

- Deu uma cansadinha, mas já estou recuperado. Estou à disposição para na hora que o time precisar eu entrar novamente. A gente deu uma segurada nesse primeiro tempo, até porque se trata de um jogo festivo. Mas no segundo tempo vamos jogar pra valer – brincou o paraibano.

Na volta para o segundo tempo, Fininho fez valer a declaração. Soltou uma bomba da lateral esquerda e fez o goleiro pernambucano, Maromba, fazer uma boa defesa. Mas foi o time visitante deu a resposta. Abriu o placar Pedrinho, aos três minutos, depois de um contra-ataque puxado por Charles. O pivô pernambucano também deixou o dele, aos nove minutos do segundo tempo: 2 a 0.

Os visitantes queriam mesmo estragar a festa paraibana e continuava no ataque, até que, após cobrança de escanteio para os “Amigos de Fininho”, Ricardo Ambrósio chutou de primeira. A bola ainda quicou no chão antes de matar o goleiro e balançar a rede dos pernambucanos. Paraíba 1 x 2 Pernambuco.

Perto do fim da partida, entrou em quadra a peça fundamental que salvaria o time da casa. Juan Felipe, de apenas 16 anos, participou de uma promoção realizada pelo Governo do Estado, por meio das redes sociais, e ganhou o direito de jogar a partida festiva ao lado de craques do futsal por três minutos.

Foi só o que ele precisou para marcar o dele e empatar o jogo para a Paraíba. Numa jogada iniciada por Riva na ponta esquerda, Juan recebeu a bola na entrada da área e deu um chute certeiro para empatar o jogo.

- Foi uma grande emoção para mim, até porque serve de experiência jogar com grandes craques – disse o garoto que joga no time da pousada do Conde, no litoral sul paraibano.

A reforma

De acordo com a Superintendência de Planejamento de Obras do Estado da Paraíba (Suplan), o total de INVESTIMENTOS na reforma do Ginásio Ronaldão foi de R$ 2,3 milhões. Um dos destaques da obra é a preocupação com a acessibilidade. Dos 3.636 assentos, 147 foram destinados a pessoas com algum tipo de necessidade especial.

Segundo o Secretário de Esportes da Paraíba, Tibério Limeira, o piso utilizado na nova quadra tem padrão internacional e dá condições para que o equipamento possa receber grandes eventos esportivos.

- Vamos conseguir atender aos nossos atletas e federações. Daremos preferência aos atletas do futsal, basquete, handebol e vôlei e às suas respectivas federações para fortalecer as equipes que defendem e representam a Paraíba nas competições. Também atenderemos às escolinhas envolvidas pelo Programa GOL de Placa e que já utilizavam o ginásio antes da reforma – explica o secretário.

Na ocasião, também foi entregue, totalmente reformada, a pista de bicicross, conhecida por Paraibinha. A pista, que chegou a ser considerada a terceira melhor do país, estava fechada há pelo menos quatro anos e volta a servir de local de treino e competição para os atletas da modalidade.

A Federação Paraibana de Futsal (FPFS) realizará nos dias 17, 18 e 19 de abril de 2015 um Curso de Formação de Oficiais de Arbitragem de Futsal na cidade de Nova Floresta.

As inscrições estão abertas e Informamos que serão limitadas. Maiores informações poderão ser obtidas pelo telefone: (83) 9642-5889. Seja um oficial de arbitragem da federação paraibana de futsal, esporte que mais cresce em nosso estado.

 

A Federação Paraibana de Futsal (FPFS) informa que nos dias 27, 28 e 29 de março, na unidade da UEPB na cidade de Monteiro, estará realizando o curso de arbitragem.

O curso será ministrado pela Árbitra Renata Leite (FIFA). A iniciativa faz parte de uma programação da Federação Paraibana de Futsal (FPFS) no sentido de capacitar novos árbitros sobre as novidades adotadas para a arbitragem do futebol de salão.

Inscrições:

Com o Sr. Rogério Leite na Escola Miguel Santa Cruz ou no telefone(83) 9958-7436.

 

DOCUMENTOS EXIGIDOS:

Cópia do RG;

Foto 3×4;

Certificado de conclusão do Ensino Médio.

VALOR:

INSCRIÇÃO: R$ 50,00 (Cinquenta Reais);

LIVRO: R$ 10,00 (Dez reais)

PROGRAMAÇÃO

Dia 27/03 – (sexta-feira) das 19h às 22h (Teórica).

Dia 28/03 – (sábado) das 8h às 12h e 13h às 18h (Teórica).

Dia 29/03 – (domingo) das 8h às 12h (Teórica/prática).

Uma verdadeira seleção de craques que marcaram o futsal brasileiro participa de um amistoso, que marca a reinauguração do Ginásio Poliesportivo Ronaldo Cunha Lima (O Ronaldão) nesta quinta-feira (12/03), às 17h, em João Pessoa.

O ex-jogador Fininho, bi campeão mundial pela Seleção Brasileira de Futsal, em 1992 e 1996, garantiu presença no evento, que vai reunir a Seleção Master Paraibana contra a de Pernambuco, liderada por Edinho, outro nome que marcou época com a camisa amarelinha.

Antes do amistoso entre as seleções, a Federação Paraibana de Futebol de Salão realizará alguns jogos amistosos entre as equipes que disputarão o Campeonato Paraibano 2015 nas categorias de base e um jogo entre equipes feminina.

17h – Feminino – Maurício de Nassau x AAPB;

18h – Sub 11 –  ECMP x ECCB;

18h20 – Sub 11 – Benfica x COPM;

18h40 - Sub 10 – ADRS/Sindicato dos Bancários x Benfica;

19h – Sub 09 – Águia x AAPB;

19h20 – Sub 08 – COPM x ADCBF/Bayeux;

19h40 – Sub 07 – Gol de Placa x AAPB;

20h15 – Master – Seleção Paraibana x Seleção de Pernambuco.

No time da Paraíba, vários nomes conhecidos: Da Mata, Lêucio Laerte, Luciano Romero, Ricardo Ambrósio, Rivadavia Guedes e o goleiro Mazureik, que também já vestiu a camisa da Seleção. “Será uma boa oportunidade para público rever o craque Fininho e, ao mesmo tempo, reinaugurar o maior ginásio do Estado, que passou por sua única reforma em 20 anos de existência. Cominvestimentos de mais de R$ 2,3 milhões, o Ronaldão teve sua estrutura recuperada e todo o piso da quadra foi trocado”, destacou o secretário de Estado da Juventude, Esporte e Lazer, Tibério Limeira.

Tibério ainda ressaltou a recuperação da pista de bicicross, localizada na área externa do ginásio. “A pista  está pronta para sediar competições de grande porte, depois que foi dada a devida atenção com toda a recuperação. Os atletas de esportes radicais também podem contar com o ginásio”, concluiu.

Antes do jogo entre a Seleção Master da Paraíba e de Pernambuco, haverá apresentação de várias escolinhas de futsal da Grande João Pessoa. “A Paraíba é um celeiro de atletas no futsal. As escolinhas poderão conhecer o novo piso da quadra do Ronaldão e comprovar o quanto melhorou”, frisou o ex-jogador Ricardo Ambrósio.

Definição das chaves e forma de disputa.

Categoria sub 7
A: Sport/PE, ECMP_HBE/PB, Santa Cruz/PE;
B: APCEF/PB, Santos/PE, ECCB/PB.

Seis equipes dispostas em duas chaves, com as equipes da chave ‘A’ enfrentando as equipes da chave ‘B’. Classificam-se os quatro primeiros às semifinais (1º x 4º – 2º x 3º). Caso as disputas terminem empatadas nas fases eliminatórias, o vencedor será conhecido através de disputas de penalidades máximas conforme Livro Nacional de Regras da CBFS.

Categoria Sub 8
A: ACF/CG, ECCB/PB, Santos/PE, ECMP_HBE/PB;
B: Santa Cruz/PE, Sport/PE, Benfica_Master/PB;
C: Rubro-Negro/PE, COPM/PB, APCEF/PB.

10 equipes dispostas em três chaves. As equipes da chave ‘A’ jogam entre si, enquanto as equipes da chave ‘B’ enfrentam as equipes da chave ‘C’. Classificam-se os dois primeiros da chave ‘A’ e os quatro melhores das chaves ‘B’ e ‘C’. Na 2ª fase ficam assim definidos os confrontos: 1ºA x 2ºB/C; 2ºA x 3ºB/C e 1ºB/C x 4ºB/C. Dentre as três equipes vencedoras da 2ª fase, a detentora da melhor campanha no geral, avança à final, enquanto as outras duas equipes vencedores disputarão a última vaga. Caso as disputas terminem empatadas nas fases eliminatórias, o vencedor será conhecido através de disputas de penalidades máximas conforme Livro Nacional de Regras da CBFS.

Categoria Sub 9
A: Gravatá Futsal/PE, ECCB/PB, Lions_AABB/CG, Santos/PE;
B: APCEF/PB, Sport/PE, ECMP_HBE/PB, Santa Cruz/PE.

8 equipes dispostas em duas chaves, classificando-se os dois primeiros de cada chave (1ºA x 2ºB; 1ºB x 2ºA). Caso as disputas terminem empatadas nas fases eliminatórias, o vencedor será conhecido através de disputas de penalidades máximas conforme Livro Nacional de Regras da CBFS.

Categoria Sub 10
A: Guerreiros da Ilha/PE, ADRS/PB, Benfica_Master/PB, ECCB/PB;
B: APCEF/PB, Rubro-Negro/PE, AAPB/PB;
C: Santa Cruz/PE, ACF/CG, Santos/PE.

10 equipes dispostas em três chaves. As equipes da chave ‘A’ jogam entre si, enquanto as equipes da chave ‘B’ enfrentam as equipes da chave ‘C’. Classificam-se os dois primeiros da chave ‘A’ e os quatro melhores das chaves ‘B’ e ‘C’. Na 2ª fase ficam assim definidos os confrontos: 1ºA x 2ºB/C; 2ºA x 3ºB/C e 1ºB/C x 4ºB/C. Dentre as três equipes vencedoras da 2ª fase, a detentora da melhor campanha no geral, avança à final, enquanto as outras duas equipes vencedores disputarão a última vaga. Caso as disputas terminem empatadas nas fases eliminatórias, o vencedor será conhecido através de disputas de penalidades máximas conforme Livro Nacional de Regras da CBFS.

Categoria Sub 11
A: ECMP_HBE/PB, Benfica_Master/PB, Tricolor/PE, ECCB/PB;
B: Santo Onofre/CG, ACF/CG, Sport/PE, Bombeiros/CE;
C: Santa Cruz/PE, COPM/PB, AABB Recife/PE, Guerreiros da Ilha/PE.

12 equipes jogando entre si em suas respectivas chaves, classificando-se os dois primeiros de cada chave. Na 2ª fase ficam assim definidos os confrontos: 1ºA x 2ºB; 1ºB x 2ºC e 1ºC x 2ºA. Dentre as três equipes vencedoras da 2ª fase, a detentora da melhor campanha no geral, avança à final, enquanto as outras duas equipes vencedores disputarão a última vaga. Caso as disputas terminem empatadas nas fases eliminatórias, o vencedor será conhecido através de disputas de penalidades máximas conforme Livro Nacional de Regras da CBFS.

Categoria Sub 12
A: AAPB/PB, Benfica_Master/PB, CFT/PE, Alvirrubro/PE;
B: ECMP_HBE, ACF/CG, Lions_AABB/CG;
C: COPM/PB, Náutico/PE, Santa Cruz/PE.

10 equipes dispostas em três chaves. As equipes da chave ‘A’ jogam entre si, enquanto as equipes da chave ‘B’ enfrentam as equipes da chave ‘C’. Classificam-se os dois primeiros da chave ‘A’ e os quatro melhores das chaves ‘B’ e ‘C’. Na 2ª fase ficam assim definidos os confrontos: 1ºA x 2ºB/C; 2ºA x 3ºB/C e 1ºB/C x 4ºB/C. Dentre as três equipes vencedoras da 2ª fase, a detentora da melhor campanha no geral, avança à final, enquanto as outras duas equipes vencedores disputarão a última vaga. Caso as disputas terminem empatadas nas fases eliminatórias, o vencedor será conhecido através de disputas de penalidades máximas conforme Livro Nacional de Regras da CBFS.

Categoria Sub 13
A: Santo Onofre/CG, AAPB/PB, AABB/CG, Meninos da Vila/PE, Santa Cruz/PE;
B: Sport/PE, Benfica_Master/PB, COPM/PB, Santos/PE.

10 equipes dispostas em duas chaves, classificando-se os dois primeiros de cada chave (1ºA x 2ºB; 1ºB x 2ºA). Caso as disputas terminem empatadas nas fases eliminatórias, o vencedor será conhecido através de disputas de penalidades máximas conforme Livro Nacional de Regras da CBFS.

Categoria Sub 14
Chave Única:
Benfica_Master/PB, COPM/PB, ACF/CG, AABB Natal/RN e Santíssima/AL.

5 equipes se enfrentando entre si, classificando-se diretamente a final o 1º colocado, enquanto 2º e 3º disputarão a outra vaga à final. Caso a diferença em pontos do 2º para o 3º seja superior a 3 pontos, o 2º colocado avançará sem a necessidade do confronto. Sendo a diferença de três pontos (apenas nesta condição), o 2º colocado jogará pelo empate. Na final não haverá vantagem de empate e, em sendo necessário, o campeão será conhecido através de disputas de penalidades máximas conforme Livro Nacional de Regras da CBFS.

Categoria Sub 15
A:
Santo Onofre/CG, AABB C.Grande/PB, PEC_D.Aliança/AL, Força Viva/CE
B: AABB Patos/PB, Santa Cruz/PE, CT Falcão 12/PI, COPM/PB
C: AABB Recife/PE, Santíssima/AL, AABB Natal/RN

11 equipes jogando entre si em suas respectivas chaves, classificando-se os dois primeiros. Na chave ‘C’, se a diferença em pontos do 2º para o 3º for igual ou inferior a 3 pontos, haverá uma partida para definir o 2º classificado da chave. Caso não haja igualdade em pontos o 2º colocado jogará pelo empate.
Na 2ª fase ficam assim definidos os confrontos: 1ºA x 2ºB; 1ºB x 2ºC e 1ºC x 2ºA. Dentre as três equipes vencedoras da 2ª fase, a detentora da melhor campanha no geral, avança à final, enquanto as outras duas equipes vencedores disputarão a última vaga. Caso as disputas terminem empatadas nas fases eliminatórias, o vencedor será conhecido através de disputas de penalidades máximas conforme Livro Nacional de Regras da CBFS.

Categoria Sub 17
A:
Santíssima/AL, Expansivo-A/RN, CT Falcão 12/PI, Barça Peñarol/CE;
B: COPM/PB, Motiva/PB, Seleção Pilarense/AL, Expansivo-B/RN;
C: AABB Patos/PB, Força Viva/CE, CEFAP_Auto Esporte/PB, Estadual da Prata;
D: AABB Natal/RN, CAD/CG, Meninão/CG.

15 equipes jogando entre si em suas respectivas chaves. Na chave ‘D’, se a diferença em pontos do 2º para o 3º for igual ou inferior a 3 pontos, haverá uma partida para definir o 2º classificado da chave. Caso não haja igualdade em pontos o 2º colocado jogará pelo empate.
Os confrontos da 2ª fase ficam assim dispostos: A. 1ºA x 2ºB; B. 1ºB x 2ºC; C. 1ºC x 2ºD; D. 1ºD x 2ºA. Nas semifinais, os vencedores de A e C, como também os vencedores de B e D se enfrentam.
Caso as disputas terminem empatadas nas fases eliminatórias, o vencedor será conhecido através de disputas de penalidades máximas conforme Livro Nacional de Regras da CBFS.
Pedimos desculpas pela ausência no sorteio ao Estadual da Prata.

Categoria Sub 20
A:
Art Odonto/CG, AABB Natal/RN, Força Viva/CE, Estadual da Prata/CG
B: Seleção Pilarense/AL, CEFAP_Auto Esporte/PB,  ACF/CG
C: Expansivo/RN, Barça_Peñarol/CE, A. A. Igarassú/PE

10 equipes dispostas em três chaves. As equipes da chave ‘A’ jogam entre si, enquanto as equipes da chave ‘B’ enfrentam as equipes da chave ‘C’. Classificam-se os dois primeiros da chave ‘A’ e os quatro melhores das chaves ‘B’ e ‘C’. Na 2ª fase ficam assim definidos os confrontos: 1ºA x 2ºB/C; 2ºA x 3ºB/C e 1ºB/C x 4ºB/C. Dentre as três equipes vencedoras da 2ª fase, a detentora da melhor campanha no geral, avança à final, enquanto as outras duas equipes vencedores disputarão a última vaga.
Caso as disputas terminem empatadas nas fases semifinal e final, o vencedor será conhecido através de disputas de penalidades máximas conforme Livro Nacional de Regras da CBFS.
Pedimos desculpas pela ausência do Estadual da Prata.

Observação: A nova composição das chaves, obedeceu à ordem das equipes sorteadas, ou seja, a primeira equipe sorteada integra a chave ‘A’ (Art Odonto/CG), a segunda integra a chave ‘B’ (Seleção Pilarense/AL), a terceira passa a integrar a ‘C’ (Expansivo/RN) e assim sucessivamente.

Foram definidas as chaves e os jogos da 1ª Copa do Interior de Futsal.


Apesar das confirmações através de reservas as equipes da ADESBE (São Bento), COPM (João Pessoa) e Algodão de Jandaíra, alegando motivos particulares não se farão presentes na competição.

O evento será disputado com seis equipes distribuídas em duas chaves, com as equipes da chave “A” enfrentando as equipes da chave “B”. As quatro de maior pontuação avançarão às semifinais. A equipe que sagrar-se campeã receberá R$ 3.500,00, enquanto a vice-campeã ficará com o prêmio de R$ 1.500,00.

A 1ª Copa do Interior é realizada pela LIGA BORBOREMA DE FUTSAL em parceria com a FEDERAÇÃO PARAIBANA DE FUTSAL e conta com o apoio da SECRETARIA DE ESPORTE JUVENTUDE E LAZER de Campina Grande.

Confira a Tabela da Competição: http://craquesdofuturocg.blogspot.com.br/2015/03/equipes-disputarao-r-5mil-na-1-copa-do.html

seg
23
fev
16:48

A FEDERAÇÃO PARAIBANA DE FUTSAL convida a todos para participar da 1ª COPA PARAÍBA DE FUTSAL, com início em 11 DE ABRIL.

Faremos do Ginásio O Ronaldão, o palco de bons jogos e dias de congraçamento através do esporte. Venha, divirta-se, faça amigos e conquiste o sucesso!

As Vagas são limitadas, no máximo 12 equipes por categoria. Aberto para equipes NÃO FILIADAS.

As categorias oferecidas serão: Sub 07, Sub 10, Sub 12 e Sub 14.

Para cada equipe inscrita a FEDERAÇÃO PARAIBANA DE FUTSAL estará entregando uma bola da marca KAGIVA.

INSCRIÇÕES – Até 25/03;

CONGRESSO TÉCNICO –  quarta-feira, 25/03, às 19h no Colégio Motiva Ambiental em João Pessoa.

INSCRIÇÃO POR EQUIPE – R$ 350,00 (Já inclui A TAXA DE ARBITRAGEM DA COMPETIÇÃO);

AS INSCRIÇÕES DEVERÃO SER FEITAS NA SEDE DA FPFS, LOCALIZADA A AVENIDA SENADOR RUY CARNEIRO.

Maiores informações: 8805-4697 (oi).

Maior vencedor da Taça Campina com 15 conquistas e única entidade a participar de todas as edições, o Benfica está confirmado nas disputas que ocorrerão de 20 a 22 de Março, nas categorias sub 8, sub 10, sub 11, sub 12, sub 13 e sub 14.

Para a presidente Ana Helena, 2015 será um ano bastante promissor e as expectativas são as melhores possíveis. Bruno Leonardo, Denysson Castro, Marquinhos Llarena e Carlos Pinto, são os responsáveis pela condução das atividades alviverdes.

Ainda restam sete dias para reserva de vagas. As inscrições podem ser feitas até 6/3 e o congresso técnico será realizado dia 7/3.
A competição é promovida pela LIGA BORBOREMA DE FUTSAL, com apoio da FEDERAÇÃO PARAIBANA DE FUTSAL e SECRETARIA DE ESPORTES JUVENTUDE E LAZER de Campina Grande.

Cerca de 30 pessoas participaram da primeira edição do Estágio para Treinadores de Futsal da ACBF. O evento teve início na segunda-feira (09/02), em Carlos Barbosa, contou com a presença de profissionais da educação de várias regiões do país.

O grupo foi recepcionado ainda no ginásio pelo supervisor do clube, Lavoisier Freire. Depois, os participantes conheceram as dependências do ginásio e da Sede Administrativa, localizada no centro da cidade.

Lavoisier deu início ao ciclo de palestras e, durante a tarde, o treinador da equipe profissional, Marquinhos Xavier, conduziu o programa.

Entre os 30 participantes do curso, estiveram alguns professores das escolinhas da ACBF e os demais profissionais de educação física.

É o caso de Giovani Montinni, da cidade de Campina Grande-PB. O profissional, que coordena as categorias de base da Associação Campinense de Futsal, revela que já tinha o desejo de participar de um estágio comandado pelo treinador do time laranja, devido as ideias inovadoras. “O trabalho do Marquinhos, o método e as novas ideias dele me atraíram. Acompanho o trabalho dele, não só para assistir. Observo as minúcias, a maneira como é feita a marcação, que é sempre lá em cima”, salientou.

Na quarta-feira (11/02), foi a vez Wilton Santana apresentar a sua metodologia. Foram quase oito horas de palestra e, apesar de parecer cansativo, os olhares dos alunos do I Estágio para Treinadores de Futsal estavam muito atentos. O terceiro dia de curso contou com a presença do professor, que leciona as disciplinas de Pedagogia do Esporte e Métodos de Ensino-Aprendizagem dos Esportes, na Universidade Estadual de Londrina (UEL).

No período da manhã, o profissional priorizou as questões teóricas e no turno da tarde retomou os trabalhos com mais um bate-papo. No final, com a presença de parte dos garotos das categorias de base, Santana coordenou as aulas práticas, demonstrando a sua metodologia de trabalho.

O professor elogiou a ACBF e o técnico Marquinhos Xavier, que coordena o programa, pela iniciativa de promover o estágio. “Quando eu era garoto e queria aprender sobre o futsal, precisava sair de Londrina e ir em algum seminário ou algum congresso para poder ouvir alguém falar de futsal. Acho que programas como esse muito adequado. Isso aproxima o aluno do professor e aproxima um cara iniciante de um cara experiente. Vejo isso com bons olhos. Acho isso muito promissor”, avaliou Santana.

Segundo Marquinhos Xavier, a presença do profissional atendeu às necessidades do programa de estágio. “Nós tivemos uma preocupação de oferecer um algo a mais para os participantes e também para nós da ACBF. A presença do Wilton vai de encontro ao que a gente pensa sobre a capacitação de nossos profissionais das categorias de base. Percebemos na palestra dele o nível de atenção dos participantes”.

Ulisses Castro

Assessoria de Comunicação

Depois de negociações com alguns clubes do Brasil o ala/fixo, Eduardo Bruno, de 19 anos, acertou na manhã de ontem sua ida para a equipe do Minas Tênis.

Com acordo firmado até o final do ano, Bruno irá compor o elenco sub-20 do Minas, mas será avaliado pelo treinador Paulinho Cardoso, para uma possível chance de se integrar também ao time principal, que disputará a liga nacional. “Estou muito feliz com a chance de poder mostrar meu potencial no Minas, pois se trata da melhor estrutura de base do Brasil”, comentou Bruno.

Revelado pelo Esporte Clube Cabo Branco da Paraíba, o ala/fixo também passou pelo Santa Cruz do Recife, Educar/SE, Copm/PB, Estrela do Mar/PB, AABB de Campina Grande e por último o Benfica/PB, onde se sagrou campeão Paraibano sub-17 e artilheiro da competição em 2013, e bicampeão Paraibano sub-20 2013/2014. Em 2013 foi campeão Brasileiro da Olimpíada Escolar com o HBE Colégio e Curso de João Pessoa/PB, em competição realizada em Belém/PA.

Conheça um pouco de Bruno:

Nome: Eduardo Bruno Fernandes da Silva
Apelido: Bruno
Natural: João Pessoa
Idade: 19 anos
Posição: Fixo/Ala canhoto
Característica: Jogador de marcação forte e excelente finalização
Último Clube: Benfica Futsal Clube/PB