Quando o time da Servicar/Cruz do Espírito Santo saiu para o intervalo, perdia por 3 a 2 e não conseguia encaixar o jogo. Aceitando o jogo adversário, parecia não ter forças para buscar o resultado, mas a conversa no vestiário deve ter sido boa.

Afinal, fez quatro gols e venceu de virada a boa equipe dos Lírios Audazes, e assumiu a liderança da competição, (chave A) com 16 pontos, três a mais que o COPM e o ECCB.

— A nossa equipe foi muito passiva no primeiro tempo. Mas tivemos uma mudança de postura e atitude, contamos com a sorte e a competência em fazer dois gols logo no começo do segundo tempo e conseguimos um grande resultado — comemorou o pivô Emanuel Lucas, que marcou 4 vezes e ajudou a Servicar a assumir a liderança na chave.

Pelo lado dos Lírios, o comandante Nilton reclamou das falhas do seu sistema defensivo. Apesar da ótima atuação do goleiro Mateus Leite, a equipe não segurou a forte equipe da Servicar.

Na chave B, a equipe da AABB/Bananeiras segue 100% na competição, 4 jogos e 4 vitórias, seguido pelo Treze com 9 pontos e ACF com 4.

 

Balneário Camboriú em Santa Catarina, recebeu neste final de semana, equipes do Norte, Nordeste, Sul e Sudeste do Brasil. Foram quatro dias de muita organização e excelentes jogos.

 

Benfica Sub 12

A Paraíba se fez presente com Benfica e ECCB.
O atual campeão estadual sub 10 não reeditou a excelente campanha em solo paraibano e foi eliminado na primeira fase (1×5 São Caetano; 0×2 Paraná Clube e 1×4 CECAM).

 

ECCB Sub 10

Já o Benfica, presente nas categorias sub 9 (1×5 Academia Atlético; 4×3 AABB Chapecó; 7×0 Sportivo Barracas e 1×5 Santo André), sub 11 (0×4 MR; 7×1 Sportivo Barracas; 3×3 A. A. Futgol e 1×2 3E Sports) e sub 12 (0×0 Santo André; 2×1 AABB Joinville; 3×1 Criança no Esporte; 2×1 CT MV Recife e 0×2 Santo André), avançou para segunda fase nas três categorias. O sub 12 foi ainda mais longe, avançando às semifinais.

http://craquesdofuturocg.blogspot.com.br/

O fixo Djaelson Filho foi anunciado neste sábado (26/07), como novo reforço do Jaraguá, de Santa Catarina, para a disputa da Liga Futsal.


O atleta estava atuando pelo Keima/Operário Futsal,  de Ponta Grossa, onde disputava a Série Ouro do Campeonato Paranaense. Djaelson Filho marcou quatro gols pelo time na competição.

Em 2013, Djaelson Filho disputou a Liga Futsal pelo Minas. O fixo falou sobre a oportunidade de voltar a jogar a maior competição de futsal do país.

- Agradeço muito a todos do Keima pela oportunidade que me deram e fico na torcida por todos desse clube maravilhoso. Espero corresponder a confiança do Jaraguá e ajudar o time a voltar a ser campeão da Liga. É um campeonato muito difícil, mas uma equipe de ponta tem de buscar o título – disse o paraibano Djaelson Filho.

Um empate pode ser encarado de diversas formas. A igualdade no placar do jogo entre Esporte Clube Cabo Branco e Clube dos Oficiais da Polícia Militar, nesta sexta, no Giseldão, teve gostos diferentes para as equipes.

Se o time do ECCB lamentou, o COPM comemorou o resultado em 1 a 1, que deixa a equipe do COPM na liderança da chave A.

O empate resume bem o que foi a partida, 40 minutos de equilíbrio. As duas equipes mostraram muita vontade e tiveram diversas chances de fazer mais gols. No primeiro tempo, o placar não saiu do zero. No início da segunda etapa, o ECCB saiu na frente com gol de Marck Davison. O COPM reagiu no final e arrancou o resultado favorável com o goleiro Renan.

O ECCB volta à quadra na próxima sexta-feira, (01/08) às 20h30, para enfrentar a Servicar/Cruz do Espírito Santo, no ginásio do Giseldão. Já a equipe do COPM defende a liderança no sábado (02/08), quando a equipe recebe o Esperança Brasil da cidade de Bayeux em partida válida pela sexta rodada do paraibano adulto.

Ficha Técnica

ECCB: Dimitri, Marck, André Mangote, Igão, Bruno Catombo, André Chacon, Erivan, Netinho, Jean Cabedelo, Johannes, Piu, Caio 90, Panda e Pedro Henrique. Técnico: Bebeto, Atendente: Luiz Arthur (Chacal).

COPM:  Jefferson Caja, Douglinhas, Júnior pivô, Alysson, Milton, Romário, caio Jorge, Pellipi, Piuí, Miguel, Guilherme, Renan, Everton Vilar e Victor Rock. Técnico: Leucio Laerte.

Gols: Marck (ECCB) (03’20 / 2ºT); Renan (COPM) (18’58 / 2ºT).

Local: Giseldão (João Pessoa);
Horário: 21h30;
Cartões amarelos: Dimitri, André Mangote e André Chacon (ECCB).
Arbitragem: Márcio Nascimento, Ivan Fernandes e Adriano Pessoa.

Em jogos válidos pela chave do Sertão, a equipe de Riacho dos Cavalos derrotou a equipe do CBE/Pombal pelo placar de 1 a 0. E na cidade de Cajazeiras o Brejo do Cruz Esporte Clube derrotou o Melo/Cajazeiras pelo placar de 3 a 2.

 

 

 

O Colégio da Polícia Militar em Mangabeira, na capital do estado, foi palco da segunda e decisiva partida do paraibano sub 17. Após vencer na quinta-feira (17/07), em Campina Grande, por 6 a 0, a ACF/Alagoa Nova precisava de um empate para sagrar-se campeão.


Numa tarde atípica, a ACF foi dominada pelo ECCB terminando em desvantagem (2-0) a etapa inicial.
Repetindo os erros do primeiro tempo os visitantes até criaram algumas oportunidades, mas sofreram o terceiro gol no final do tempo normal.

Com vantagem de empatar para conquistar o título em seu primeiro ano, a ACF desperdiçou uma cobrança de tiro livre no início do tempo extra com Lucas Melo.

O mesmo Lucas em contra-ataque tocou por sobre o goleiro do ECCB, aumentando a vantagem campinense (44min35seg).

Após o defensor alvirrubro interceptar com uso das mãos, lance de grande perigo, foi assinalado novo tiro dos dez metros. Alefe não desperdiçou (44min48seg). ACF 2-0.

Apostando nos contra-ataques, a equipe da “Rainha da Borborema” chegou ao terceiro gol com Arthur Cabral escorando na segunda trave (47min15seg).

Thiago ainda diminuiu para o ECCB (49min43seg), mas não havia tempo para reação.

Em seis meses, ACF sub 17 chega a sua quarta final em quatro competições, conquistando o terceiro título. Este, sem dúvidas, o mais importante, obtendo vaga à Taça Brasil 2015.

http://craquesdofuturocg.blogspot.com.br/

Bem que os garotos do sub 10 do Alice Coutinho/ACF tentaram. Não foi por falta de esforço e vontade, mas o tão sonhado título de campeão paraibano não veio.

O Esporte Clube Cabo Branco que já havia vencido a primeira partida por 7 a 3, tornou a vencer, desta vez por 4 a 1, com gols de Eduardinho, Caio André 2x e Jaelson, sagrou-se campeão paraibano 2014 da categoria.

Parabéns aos campeões, que merecidamente obtiveram esta conquista, sob o comando dos professores Nildo e Mazureik. Felicitamos de igual modo os vice-campeões. Esta é a quarta final consecutiva deste grupo bem comandado por Ítalo em menos de um ano.
O próximo desafio da ACF sub 10 será neste final de semana em Recife no 2º Torneio GH8.

Foi suado, na raça!


Após perder a primeira partida em Campina Grande (4×2) na quarta (9), só restava a ACF vencer no tempo normal e prorrogação, para, assim, avançar à final contra o ECCB.
Mesmo com as ausências de Igor (suspenso) e Gabriel (lesionado), a equipe se empenhou durante todo o confronto, conseguindo os resultados necessários para a conquista da vaga.

O jogo
Apostando na aplicação do sistema 2-2, visando mudar o panorama das últimas partidas (2 derrotas e 1 empate) a ACF pressionou a AABB desde o princípio.
Como a pressão não foi traduzida em gols, com grande atuação do goleiro guarabirense, os donos da casa abriram o placar com José Victor (10min37seg) em rápida troca de passes.
Após volta de tempo técnico, Lucas Melo empatou girando sobre o marcador (10min43seg). Placar da primeira etapa 1×1.
Continuando a imprimir forte ritmo, a equipe de Campina Grande ficou à frente com Wesley (28min30seg) tocando na saída do goleiro. José Victor empatou novamente aos 33min10seg.
Em dois chutes de média distância, Alefe marcou para ACF (36min e 39min20seg), que por bem pouco não ampliou nos segundos finais. ACF 4×2 AABB.

Tempo extra
AABB que jogava pelo empate, abriu o placar com Luiz Fernando (42min).
Walfredo empatou aos 43min40seg, com a primeira etapa da prorrogação encerrada com empate.
Restando 2min30seg para o final do confronto, Walfredo virou o marcador em novo chute de média distância.
Os anfitriões saíram em busca do empate, sofrendo mais dois gols em contra-ataques com Lucas Melo (48min20seg e 49seg).

Final
O departamento técnico da FPFS definiu nesta segunda-feira (14/07) as datas das finais. A primeira partida será em Campina Grande, na quinta-feira (17/07) às 21h30, e a volta será no sábado (19/07), às 15h no ginásio do CPM em João Pessoa. O ECCB entra na decisão com vantagem de decidir em seus domínios, além de empatar no tempo normal dos dois confrontos e tempo extra.

http://craquesdofuturocg.blogspot.com.br/2014/07/acf-vence-batalha-em-guarabira-e-esta.html

 

Na manhã deste sábado (12/07), foi realizado o congresso Técnico do Campeonato Paraibano, nas categorias Sub 07, Sub 09, Sub 11, Sub 13, Sub 15 e Sub 20 masculino.

Na oportunidade estiveram reunidos representantes das cidades de João Pessoa, Guarabira, Bayeux, Santa Rita, Campina Grande e Sumé.

O evento aconteceu no Colégio Motiva Ambiental e contou com a presença do presidente da Federação Paraibana de Futebol de Salão, João Bosco Crispim e do secretário da FPFS, Adriano Pessoa.

Na categoria Sub 07, oito equipes confirmaram presença, são elas:

ECCB – B, ECCB – A, AAPB, Servicar/Porto, Gol de Placa, Benfica, COPM e ADRS.

Fórmula de disputa:

Chave única, em sistema de ida e volta. Classificando os 04 (quatro) melhores para a fase semifinal.

1º x 4º;

2º x 3º.

Na categoria Sub 09, 13 (treze) equipes garantiram a participação.

AAPB – A, AAPB – B, ECCB – A, ECCB – B, Benfica – A, Benfica – B, COPM, ACF (Campina Grande), Servicar/Porto, Sindicato dos Bancários, Galatasaray/ESO, ADRS e Gol de Placa.

Fórmula de disputa:

As equipes serão divididas em duas chaves, A e B, classificando 04 (quatro) equipes de cada chave para formar a fase de quartas de final.

A chave “A” será composta por: AAPB – B, ECCB – A, Benfica – B, COPM, Servicar/Porto, Galatasaray/ESO e Gol de Placa.

A chave “B” será composta por: AAPB – A, ECCB – B, Benfica – A, ACF  (Campina Grande), Sindicato dos Bancários e ADRS.

Segunda fase (quartas de Final):

Chave C: 1º A x 4º B;

Chave D: 1º B x 4º A;

Chave E: 2º A x 3º B;

Chave F: 2º B x 3º A.

Na fase Semifinal, a composição será a seguinte:

Vencedor da chave C x Vencedor da chave F.

Vencedor da chave D x Vencedor da chave E.

 

Na categoria Sub 11, 13 (treze) equipes garantiram a participação.

AAPB, ECCB, Benfica – A, Benfica – B, COPM – A, COPM – B, ACF – CG, Servicar/Porto, ADRS, Gol de Placa, EPCF (Guarabira), Lions/AABB (Campina Grande), SESI Paraíba.

Fórmula de disputa:

As equipes serão divididas em duas chaves, A e B, classificando 04 (quatro) equipes de cada chave para formar a fase de quartas de final.

A chave “A” será composta por: COPM –B, Benfica – B, EPCF (Guarabira), ADRS, Gol de Placa e ECCB.

A chave “B” será composta por:  COPM – A, Benfica – A, AAPB, Lions/AABB (Campina Grande), ACF (Campina Grande), SESI Paraíba e Servica/Porto.

Segunda fase (quartas de Final):

Chave C: 1º A x 4º B;

Chave D: 1º B x 4º A;

Chave E: 2º A x 3º B;

Chave F: 2º B x 3º A.

Na fase Semifinal, a composição será a seguinte:

Vencedor da chave C x Vencedor da chave F.

Vencedor da chave D x Vencedor da chave E.

Na categoria Sub 13, 13 (treze) equipes garantiram a participação.

AAPB, ECCB, Benfica – A, Benfica – B, COPM, ACF (Campina Grande), Guarany/Porto, Gol de Placa, EPCF – Guarabira, AABB (Campina Grande), SESI Paraíba, Galatasaray/ESO e Real Madrid.

Fórmula de disputa:

As equipes serão divididas em duas chaves, A e B, classificando 04 (quatro) equipes de cada chave para formar a fase de quartas de final.

A chave “A” será composta por: COPM, ECCB, Benfica – B, AAPB, AABB-CG, EPCF (Guarabira) e Real Madrid.

A chave “B” será composta por:  Benfica – A, ACF (Campina Grande), SESI Paraíba, Galatasaray/ESO, Gol de Placa e Guarany/Porto.

Segunda fase (quartas de Final):

Chave C: 1º A x 4º B;

Chave D: 1º B x 4º A;

Chave E: 2º A x 3º B;

Chave F: 2º B x 3º A.

Na fase Semifinal, a composição será a seguinte:

Vencedor da chave C x Vencedor da chave F.

Vencedor da chave D x Vencedor da chave E.

Na categoria Sub 15, 14 (quatorze) equipes garantiram a participação.

AAPB, ECCB, Benfica, ACF (Campina Grande), Guarany, Gol de Placa, EPCF (Guarabira), AABB (Campina Grande), SESI Paraíba, Galatasaray/ESO, Real Madrid, Servicar/QI, Sindicato dos Bancários e AABB (João Pessoa).

Fórmula de disputa:

As equipes serão divididas em duas chaves, A e B, classificando 04 (quatro) equipes de cada chave para formar a fase de quartas de final.

A chave “A” será composta por: Servicar/Qi, Galatasaray/ESO, ACF (Campina Grande), AABB (João Pessoa), EPCF (Guarabira), Sindicato dos Bancários e SESI Paraíba.

A chave “B” será composta por:  Guarany, Gol de Placa, AAPB, ECCB, Real Madrid, AABB (Campina Grande) e Benfica.

Segunda fase (quartas de Final):

Chave C: 1º A x 4º B;

Chave D: 1º B x 4º A;

Chave E: 2º A x 3º B;

Chave F: 2º B x 3º A.

Na fase Semifinal, a composição será a seguinte:

Vencedor da chave C x Vencedor da chave F.

Vencedor da chave D x Vencedor da chave E.

Na categoria Sub 20 masculina, 06 (seis) equipes disputarão o título.

Real Madrid, AABB (João Pessoa), Guarany, Benfica, EPCF (Guarabira) e ATS Sumé.

Fórmula de disputa:

Chave única, em sistema de ida e volta, classificando os 04 (quatro) melhores para a fase semifinal.

1º x 4º;

2º x 3º.

O prazo para entrega da documentação para todas as equipes e atletas será: 01/08.

O prazo para informar sobre o ginásio será: 18/07.

As tabelas provisórias serão colocadas no site em: 21/07.

 

 

sex
11
jul
12:34

O Brasil está participando dos Jogos Escolares Mundiais, em Viena – Austria de 09 a 14 de julho.

Na estreia a Seleção Brasileira derrotou a França pelo placar de 7×0. No segundo confronto a Seleção voltou a golear, dessa vez 11×1 em cima da Espanha. Na manhã desta sexta-feira, a vítima da vez foi a Seleção da Hungria, 8×0.
Com 100% de aproveitamento na fase de grupos, a Seleção Brasileira classificou em primeiro da chave, e na manhã do sábado (12/07), a Seleção enfrentará a Seleção de Portugal pela fase semifinal.

Os jogos são realizados pela FISEC/FICEP com as seguintes modalidades: futsal masculino representado pela equipe da Paraíba que é o HBE, no vôlei masculino pelo Colégio Nossa Senhora de Fatima de Brasília e no feminino pelo Centro Educacional da Lagoa- CEL do Rio de Janeiro, no tênis masculino por atletas de São Paulo, na natação masculina por atletas de Brasília e Minas Gerais e no atletismo no masculino e no feminino por atletas de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Dirigente: Harlen Vilarim;

Técnico: Paulo Mendonça;

Atletas: Marquinhos, Thiago, Arthur, Duba, Alvaro, Wesley, Fernando, Rubens Filho, Victor, Elton, Emerson e Popola.

O Galatasaray/ESO é o campeão paraibano da categoria Sub 14. Jogando em casa, a equipe venceu o Gol de Placa por 3 a 1 e garantiu o título.

Os campeões chegaram até a última rodada do Campeonato Paraibano com a marca de 14 vitórias, 2 empates e apenas uma derrota, e precisava de um empate no tempo normal para garantir o título.

O primeiro gol do Galatasaray/ESO saiu aos 8 minutos do primeiro tempo. Eraldo recebeu livre de marcação e arrematou no canto esquerdo, Galatasaray/ESO 1 a 0.

Aos 9 minutos, em jogada ensaiada, o ala Filipe colaço rolou e o capitão Gabriel marcou após cobrança de tiro de canto, fazendo o segundo do Galatasaray/ESO.

Aos 11 minutos do segundo tempo, Carlos Daniel diminuiu para o Gol de Placa. Que após a marcação do gol pressionou o Galatasaray/ESO. Mas aos 29’30, Eraldo apareceu novamente e marcou o gol do título. Final de jogo Galatasaray/ESO 3×1 Gol de Placa.

Parabéns aos atletas do Gol de Placa e do Galatasaray/ESO pelo belíssimo espetáculo.

A arbitragem ficou a cargo de: Kléber Camelo, Carlos Roberto e Márcia Silva.

Artilheiro da competição: Gabriel Estevão da Fonseca – Galatasaray / ESO = 31 gols.

Equipe menos vazada: Galatasaray / ESO = 29 gols.

Campeão: Galatasaray / ESO;

Vice Campeão: Gol de Placa;

3º lugar: ECCB.